Tartarugas Marinhas de Cabo Verde
Plataforma de divulgação do trabalho em defesa das Tartarugas Marinhas em Cabo Verde
30 Janeiro 2009

 

No ano 2006 e 2007 a INDP, aliada a outras organizações realizou uma campanha de sensibilização e educação sobre a preservação das tartarugas marinhas junto da população nas ilhas de S. Antão, S. Vicente e S. Nicolau.
 

Em S.Antão foi feita formação dos voluntários, conversaram  com a população,  principalmente com pescadores

 
 
 
Em S.Nicolau visitaram-se as praias e as respectivas localidades, fizeram uma campanha de sensibilização comunicando directamente com a população local
 
 
Em S. Vicente na praia da Laginha fizeram-se apresentações à população com placas educativas e conversaram com a população. Cercaram-se ninhos de tartarugas e fizeram-se vigílias na praia à noite.
 
 
Autor Melisa Alves

 

publicado por INDP às 11:07
tags:
Hola, soy una estudiante de Ciencias del mar y ciencias ambientales, de Cádiz. Este año he descubierto el voluntariado en Cabo Verde, sobre las tortugas marinas y me gustaría participar este verano 2009. Sabes si este año se hace también este voluntariado? Cómo podría contactar para poder colaborar?
Muchas gracias!
Rocío a 25 de Fevereiro de 2009 às 21:31
Muito obrigada por interressar na nossa campanha e de participar.

Quem estiver interresado em voluntariar se contactar a Drª Sonia
mail: soniaelsy@yahoo.com
Obrigada
Melisa Alves
INDP a 27 de Fevereiro de 2009 às 17:39
Muchas gracias por tu ayuda Melisa!
Anónimo a 28 de Fevereiro de 2009 às 14:31
Melisa, vocês estão de parabêns. Lindo trabalho! Continuam com muito ânimo e muita força.
Maria Rodrigues a 26 de Março de 2009 às 12:09
bom trabalho é uma pena que seja uma esploração dos voluntarios que em algumas localidades nem alimentação tem e tem que passar fome ao fazer este trabalho
anonomo a 19 de Maio de 2009 às 18:54
Durante os 3 anos que trabalhamos com os voluntários não foi relatado nenhum ocorrência deste tipo. Concordamos que temos tido muitas dificuldades mas graças a liga de juventude e outros parceiros conseguimos ultrapassar essas dificuldades e realizar actividades com os voluntários tendo resultados favoráveis para o nosso projecto.
Obrigada a todos os voluntários que tem estado a trabalhar connosco
INDP a 27 de Maio de 2009 às 14:49
Em primeiro lugar, endereço um forte abraço a todos aqueles que na prática têm feito algo de positivo em prol das tartarugas marinhas de Cabo Verde.

Sou Biólogo Marinho formado no ex-ISECMAR (actual DECM da Universidade de Cabo Verde, São Vicente) e actualmente estou a frequentar o Mestrado em Biologia Marinha na Universidade do Algarve (Portugal). Tenho 5 anos de experiência a trabalhar com as nossas tartarugas em Boavista (Monitor da "Cabo Verde Natura 2000", 2004-2008) e 1 em São Vicente (2007).

Desconheço quem seja este anónimo, mas devo dizer que trabalhei com o pessoal do Centro de Juventude de São Vicente, e confirmo a sua denuncia, pois inúmeras vezes alertei os responsáveis pelo projecto da parte do INDP, quer oralmente e nos meus relatórios (tenho cópias), do modo como as condições humanas eram muito precárias e foi por Puro Amor a natureza que em 2007, estive nas praias de madrugada com esses mesmos voluntários.

Nesse sentido, peço que tenham um pouco de vergonha na cara e demonstrem respeito pelos Bravos Voluntários, e parem definitivamente de tentar esconder o sol com a peneira, pois só assumindo os erros (que até foram muitos mesmo) é que se pode avançar.

Um dos exemplos é ceder 10 litros de água para 8 pessoas durante 1 dia, avisando que a água era para 48 horas,... e outros mais.

Há muita gente que vai a rádio e a televisão dizer "nós os técnicos do INDP..." quando na verdade deveria antes mencionar os Biólogos do ISECMAR e os voluntários do Centro do Centro de Juventude de São Vicente.

A organização de 2007 foi tão boa que o INDP, com o qual eu tinha 1 contrato, só veio a cumprir a sua parte do compromisso 3 meses depois do final do mesmo e porque todos os dias eu ia a sua Sede (na Cova Inglesa) reclamar o cumprimento do compromisso assinado.

Por isso, quem queira ajudar é sempre bom, mas não se deixem enganar pelas falinhas mansas de certas pessoas que se dizem ser "técnicos e especialistas na área", quando na verdade são técnicos e especialistas na exploração do trabalho e da boa vontade dos outros.

Se cada um de nós dar uma mãozinha, juntos conseguiremos proteger mais e melhor as nossas tartarugas marinhas.

Pela liberdade de expressão e em defesa da verdade, subscrevo-me respeitosamente


Jandir dos Reis
-------------------
Mestrando em Biologia Marinha
Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente - Universidade do Algarve
Contacto: a38309@ualg.pt
Jandir dos Reis a 19 de Junho de 2009 às 21:18
Caro Jandir

Diria que no minimo os teus comentarios foram acutilantes. Mas compreendo a tua luta e a apoio. Subscrevo a 100% todos os teus comentarios.

E digo mais chega dessa conversa de tecnicos nao nacionais a irem aí trabalharem em nome do desenvolvimento da terra (atraves da conservaçao dos recursos - entre estes a tartaruga). Quando na verdade estao trabalhando pelo bem do seu proprio bolso e interesses.

Minha experiencia com tartarugas 3 anos na Boa Vista (Natura 2000), mais um ano no Sal (SOS Turtle).

Aricson Delgado
Mestrando Biologia
(Especialista em Ecologia Marinha)
Aricson Delgado a 19 de Junho de 2009 às 22:36
Newsletter

Introduza o seu endereço de e-mail:

pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Olá :)Este blog tem andado muito "sossegado", faz ...
Belíssimo este trabalho. Parabéns!
é sempre bom proteger as espécies em vias de extin...
Nossa, seria um sonho ver essas iniciativas explod...
Bem interessante, aqui no Rio de Janeiro nós també...
Que lega ver a tecnologia em função do meio ambien...
Posts mais comentados
blogs SAPO
Projecto:

Financiadores:
Patrocinadores:

Apoios:

Municípios:

Associações comunitárias:
  • Associação Comunitária Nova Experiência Marítima da Cruzinha da Garça
  • Escuteiros de Ponta de Pão, São Vicente
  • Espaço Jovem de São Vicente

  • Projecto ESPERANÇA em São Nicolau:

- COMUNIDADE DO CARRIÇAL
- COMUNIDADE DE PREGUIÇA