Tartarugas Marinhas de Cabo Verde
Plataforma de divulgação do trabalho em defesa das Tartarugas Marinhas em Cabo Verde
02 Novembro 2012

 De realçar que anualmente o INDP contribuiu com a disponibilização de capacidades técnica, materiais diversos, transporte, etc. para efectiva realização das actividades previstas. Ainda conta-se comas parcerias com as intituições e ONGs ligados a conservação:

  • Associação Ponta de Pom
  • Geomar
  • DGA
  • As Camaras Munipais
  • IMP
  • Projecto Vito
  • Sos tartarugas
  • Turtle foundation
  • entre outros

Em termos de patrocinio, este ano de 2012 o projecto contou com os parceiros externos, a saber:

  • Empresas privadas de São Vicente: CVTelecom e Vivo Energy .
  • IFG-GEOMAR:
  • DGA

 

O grande constrangimento é o facto da disponibilidade financeira seja apenas no fim da campanha.

 

Uma vez mais agradecemos a grande contruibuição de todos.

publicado por INDP às 14:41
02 Novembro 2012

Este ano teve-se uma grande adesão de jovens na campanha, de todos os níveis sociais, estudantes de escola secundárias e universitários de cursos diversos (Turismo, Direito, Biologia Marinha, etc.).  Para próxima temporada deve-se:

  1. Continuar com a abordagem participativa;
  2. Desbloquear verbas antecipadamente;
  3. Convidar mais empresas para patrocínios;
  4. Criar condições para estimular o voluntariado;
  5. Assinatura de protocolo com Ponta d`Pom;
  6. Criar condições para construção de viveiro;
  7. Vigília mais cerrada em Sandy Beach;

Agradecimentos:

  • Aos voluntários da Associação Desportiva Recreativa e Cultural Ponta d’Pom, em particular Valdir Rodrigues (Vav) e Nelson Lopes (Netchu);
  • Aos voluntários em geral;
  • Aos estagiários;
  • Ao comando da 1ª Região Militar;
  • Aos funcionários INDP;
  • Ao Geomar;
  • A CVTelecom;
  • Vivo Energy;
  • Aos condutores;
  • À DGA;
  • Projecto Vitó (S. Antão e Fogo)
  • Aos Bombeiros de São Vicente;
  • À Comunicação social.
  • As escola primárias e secundárias
publicado por INDP às 14:33
02 Novembro 2012

De uma forma geral, em São Vicente foram contabilizados 396 rastos, 72 ninhos, 42 tartarugas marcadas com anilhas e 12 capturas. Das marcadas 3 foram colocadas transmissores e todas tiradas amostra de DNA.

 

Obteve-se resultados bastante positivos a nível de toda a ilha, principalmente nas praias da Costa Norte (Praia Grande à Norte de Baía) e da zona sudoeste (Lazareto).

 

Na praia de Sandy Beach foi registada maior número de capturas, com 2 carapaças deixadas na praia, e as restantes eram 3 suspeitas ou seja não se encontrou o rasto de entrada no mar, assim como na Praia Grande, de lixo, românica e norte 1. Dos 72 ninhos foi marcado 50 para monitorização. Destes 31 (62%) foram completamento destruídos por caranguejos, 11 (22%) ninhos eclodiram com aproximadamente 682 tartaruguinhas vivas, enquanto 8 ninhos (16%) perderam-se as marcas e não foi possível dar seguimento.

 

O número de ninhos registado foi bastante satisfatório. No entanto houve muita predação, principalmente de Norte de Baia até Praia Grande, pelo que é importante repensar o viveiro.

 

Infelizmente, e apesar de todos os esforços, ainda se regista destruição do habitat e captura prncipalmente na praia de Sandy Beach que apresentou com maior registo de capturas (5) pelo que deve-se dar mais atenção a essa praia na próxima época reprodutiva.

publicado por INDP às 14:29
Newsletter

Introduza o seu endereço de e-mail:

pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Olá :)Este blog tem andado muito "sossegado", faz ...
Belíssimo este trabalho. Parabéns!
é sempre bom proteger as espécies em vias de extin...
Nossa, seria um sonho ver essas iniciativas explod...
Bem interessante, aqui no Rio de Janeiro nós també...
Que lega ver a tecnologia em função do meio ambien...
Posts mais comentados
subscrever feeds
blogs SAPO
Projecto:

Financiadores:
Patrocinadores:

Apoios:

Municípios:

Associações comunitárias:
  • Associação Comunitária Nova Experiência Marítima da Cruzinha da Garça
  • Escuteiros de Ponta de Pão, São Vicente
  • Espaço Jovem de São Vicente

  • Projecto ESPERANÇA em São Nicolau:

- COMUNIDADE DO CARRIÇAL
- COMUNIDADE DE PREGUIÇA