Tartarugas Marinhas de Cabo Verde
Plataforma de divulgação do trabalho em defesa das Tartarugas Marinhas em Cabo Verde
24 Novembro 2011

Para um melhor compreensão como as tartarugas estão deslocando é dado o mapa individual de cada uma das tartarugas.

A Cor do texto contendo algumas informações, que precede o mapa corresponde a cor dos pontos representados no mapa geral, publicado no post anterior, sendo que cada cor representa uma tartaruga.

1ª TM: já conta com 122 dias de emissão de informação, sendo que até este período a profundidade máxima que já desceu foi de 194 m.  

 2ª TM: igualmente com 122 dias de emissão é a tartaruga que se encontra mais afastada de Cabo Verde, estado actualmente na zona de Serra Leoa. E a máxima profundidade alcançada por ela foi se 130 m.

3ª TM: também com 122 desde a implantação do transmissor, encontra-se muito próxima do Senegal e a profundidade máxima atingida por ela foi de 194 m.

 

4ª TM: passados 60 dias desde a colocação do transmissor, ela já deslocou até a área do Senegal e a máximo profundidade que ela já desceu foi de 159 m.

 

5ª TM: Esta é a tartaruga que o seu transmissor não esta emitindo sinal, as ultimas informações foram emitidas no dia 5-11-11, quando tinha 39 dias de emissão, tendo atingido até esse período a profundidade máxima de 89 m. 

6º TM: também como a maioria das tartarugas encontra-se muito próxima da área do Senegal, a profundidade máxima que ela já atingiu foi de 120 m e leva 60 dias desde da colocação do Transmissor. 

E assim vamos seguindo a viajem das nossas tartarugas, com a esperança que poçamos acompanha-las durante muito tempo.

Daqui algum tempo iremos actualizar os mapas destas tartarugas, esperando não haver mais perdas de transmissores e que acima de tudo as tartarugas estejam bem.

publicado por INDP às 16:45
24 Novembro 2011

Num total foram colocados 6 transmissores em TM, sendo que as 3 primeiras foram na ilha de Boavista e os outros 3 na ilha do Sal, uma vez que não foi possível coloca-los na ilha de São Vicente.

Foto da tartaruga a qual foi implantado o primeiro transmissor.

 

Desde a colocação estamos seguindo a deslocação destas TM, via satélite, com o objectivo de saber qual é o destino delas após o período de nidificação, que acontece nas nossas ilhas, nessas duas ilhas mais concretamente.

 

Esses transmissores são capazes de nos dar muitas outras informações importantes, principalmente a nível oceanográfico, tais como: Temperatura, pH, Nível de Oxigénio dissolvido, Salinidade da água, Profundidade a que elas descem, etc., e tudo isto nos permite estudar a relação desses parâmetros com a biologia da espécie.

 

O mapa abaixo mostra as posições das 6 Tartarugas Marcadas, até a data de 22-11-2011, entretanto o transmissor de umas destas tartarugas deixou de emitir informações.

  

Mapa assinalando as posições dos 6 tartarugas (NOTA: cada cor representa uma tartaruga).

 

A colocação desses transmissores resultou de uma parceria entre o IFM Geomar, o INDP, a Turtle Foundation e a Câmara Municipal de Sal. Entretanto a ideia é que no futuro possam ser instalados mais transmissores, desta feita em outras ilhas. Desta forma será possível conhecer as  tartarugas que nidificam nas nossas ilhas têm rotas e destinos diferentes.

 

No proximo post iremos mostrar o mapa individual das 6 tartarugas com transmissores.

publicado por INDP às 09:14
Newsletter

Introduza o seu endereço de e-mail:

pesquisar neste blog
 
comentários recentes
verdade
Olá :)Este blog tem andado muito "sossegado", faz ...
Belíssimo este trabalho. Parabéns!
é sempre bom proteger as espécies em vias de extin...
Nossa, seria um sonho ver essas iniciativas explod...
Bem interessante, aqui no Rio de Janeiro nós també...
Posts mais comentados
subscrever feeds
blogs SAPO
Projecto:

Financiadores:
Patrocinadores:

Apoios:

Municípios:

Associações comunitárias:
  • Associação Comunitária Nova Experiência Marítima da Cruzinha da Garça
  • Escuteiros de Ponta de Pão, São Vicente
  • Espaço Jovem de São Vicente

  • Projecto ESPERANÇA em São Nicolau:

- COMUNIDADE DO CARRIÇAL
- COMUNIDADE DE PREGUIÇA