Tartarugas Marinhas de Cabo Verde
Plataforma de divulgação do trabalho em defesa das Tartarugas Marinhas em Cabo Verde
22 Março 2010

 

Uma equipa do PCTM-INDP deslocou-se a Cruzinha da Graça Norte de Santo Antão. A visita tinha como objectivo apoiar a Comunidade na realização do balanço de 2009 e planear as acções de 2010 de conservação das Tartarugas Marinhas nesta zona.

 

 

  

  

A comunidade da Cruzinha é um grande exemplo de sucesso, sendo que esta passou de uma comunidade que capturava tartarugas à uma comunidade que se encontra engajada com unhas e garras na defesa e conservação das TM. Prova disso é o grande esforço da comunidade para se envolver em acções participativas de investigação e sensibilização com a finalidade de melhorar o conhecimento local sobre tartarugas.

 

  

 

 

Resultados da Campanha de 2009

 

No total foram contabilizadas 155 rastos nas praias da cruzinha e arredores e 52 ninhos foram contabilizados. Ainda, durante a campanha a população marcou 7 (sete) tartarugas. Sendo que 4 (quatro) foram Caretta caretta, 2 (duas) Chelonia mydas e 1 (uma) Eretmochelys imbricata. A Cruzinha é a única região de Cabo Verde onde se tem marcado outras espécies de Tartarugas alem da espécie C. caretta.

      E a população observou as 5 (cinco) espécies de Tartarugas Marinhas existentes em Cabo Verde. 

 

 

Organização da Campanha 2010

Visando o melhoramento do desempenho a comunidade organizou comissões de trabalho para a campanha de 2010. As tarefas foram distribuídas por grupos de trabalho e em cada grupo foi elegido um responsável. 

 

Comissão

Equipa de trabalho

Responsável

Pesquisa-acção

Rufina, Cristiano, Valter e Fernando

Rufina

Sensibilização

Carla e Manuel

Manuel

Logística

Fátima, Tinin, Neusa e Maria Helena

Tinin

 

Lucinda

 

  

publicado por INDP às 08:59
19 Março 2010

 

Face à complexidade e transversalidade das questões relacionadas com a problemática ambiental a Câmara Municipal da Ribeira Brava, tem vindo a desenvolver actividades de sensibilização, sempre numa perspectiva de incutir às pessoas de que a preservação do ambiente deve ser uma tarefa de todos nós.

 

 

 Este desafio tem vindo a ser assumido pela sociedade na medida que começam a surgir iniciativas diversas que reflectem essa preocupação a nível das manifestações populares da ilha. Exemplo disso, é o tema desenvolvido pelo grupo carnavalesco BRILHO DA ZONA de Caleijão que decidiu este ano trazer para as ruas um carro alegórico com uma mensagem de preservação de Tartarugas Marinhas.

 

publicado por herculanocruz às 13:44
editado por INDP às 15:17
02 Março 2010

A comunidade de Cruzinha da Garça, Santo Antão, deu mais uma vez provas da sua sensibilidade e empenho em ajudar a investigação e a defesa do ambiente marinho.

Domingo, 28 de Fevereiro de 2010, pelas 10:30 horas, durante operações rotineiras da pescaria de cavala, os pescadores da embarcação comunitária “NÔS SONHO” foram surpreendidos na rede por uma grande exemplar de Tartaruga Marinha.

 


Cientes da importância dos dados científicos para o sucesso do projecto de Conservação das Tartarugas Marinhas que se desenvolve nessa localidade, a tripulação logo encaminhou a tartaruga para monitorização (recolha de dados, identificação e marcação) com o apoio de técnicos do INDP e do Gabinete Ambiental da CMRG que concluíram tratar-se de uma Tartaruga Verde, nome científico Chelonia Mydas, fêmea, de 1 metros de comprimento e 108 kgs de peso.

 

 

 

Registada com o nome “NÔS SONHO”, em homenagem à tripulação da embarcação, a tartaruga foi devolvida ao mar com aplausos dos muitos presentes.

 

 

Recorde-se que o Projecto de Conservação de Tartarugas Marinhas vem sendo implementado em Cruzinha desde 2006 com bastante sucesso, numa parceria Associação Comunitária/ INDP/ Gabinete Ambiental e DMAARM. Entre outros resultados detectou a presença das cinco espécies de Tartarugas Marinhas existentes em Cabo Verde, confirmando o Noroeste de Santo Antão como importante zona de crescimento, reprodução e nidificação.

 

O próximo passo do projecto será o aproveitamento desse potencial para promover actividades geradoras de rendimentos ligadas ao eco-turismo.

 

Melhores cumprimentos

 

Vila da Ponta do Sol, 01 de Março de 2010

 Renato Delgado - INDP

 

 

 

publicado por INDP às 10:34
01 Março 2010

Notícia: São Vicente

 

Resumo dos resultados da campanha 2009 do PCTM-INDP das ilhas do Noroeste de Barlavento e Fogo, Cabo Verde

 

O resumo dos resultados da campanha de 2009 mostra que os esforços que todos os parceiros têm empregado a favor das tartarugas, tem vindo a dar resultados satisfatórios, como podemos ver pelo quadro abaixo.

 

ILHAS

Praias

Rastos

Ninhos

Tartarugas marcadas

Capturas

Período

Nº TM

SV

Lazareto e outras praias

480

145

16

15

Jul. à Set.

48

SN

Desde Brouco até Baixo de Rocha

3560

1153

99

1

Jul. à Set.

384

Porto da Lapa, Carriçal

907

381

10

5

29 Jul. à Set.

127

SA

Cruzinha

36

20

2

1

Julho

7

Porto Novo

 

 

 

60

 

 

FG

São Filipe (N. Sra. Do Socorro)

143

32

24

2

Jul. à Set.

11

TOTAL

5126

1731

151

84

 

577

 

Houve um aumento expressivo do nº de rastros e ninhos contabilizados durante esse período em que decorreu a ultima campanha, principalmente na ilha de São Nicolau.

Grupo São Nicolau                                       Grupo São Vicente

Foram marcados com anilhas, um total de 151 Tartarugas durante a época de desova. Contundo ainda as capturas de TM constituem um grande obstáculo a ultrapassar, sendo que no quadro pode-se ver o número de capturas confirmadas, mas esse número é muito superior a este.  

 

Grupo de Fogo

 

A partir dos resultados obtidos foi possível estimar o número de tartarugas desovantes para zonas de trabalho. Para algumas praias os valores são baixos, isto é devido as limitações na colheita dos dados, porque a zona do esforço é consideravelmente reduzida ou de muito difícil acesso para o seguimento sistemático. E ainda, por falta de dados referente a este ano.

 

 

É necessário que ninguém baixe os braços na protecção das TARTARUGAS MARINHAS, com a união de todos os Parceiros será maximizado os ganhos, e as perdas serão diminuídas.

 

publicado por Alciany às 12:20
editado por INDP em 02/03/2010 às 14:08
Newsletter

Introduza o seu endereço de e-mail:

pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Olá :)Este blog tem andado muito "sossegado", faz ...
Belíssimo este trabalho. Parabéns!
é sempre bom proteger as espécies em vias de extin...
Nossa, seria um sonho ver essas iniciativas explod...
Bem interessante, aqui no Rio de Janeiro nós també...
Que lega ver a tecnologia em função do meio ambien...
Posts mais comentados
subscrever feeds
blogs SAPO
Projecto:

Financiadores:
Patrocinadores:

Apoios:

Municípios:

Associações comunitárias:
  • Associação Comunitária Nova Experiência Marítima da Cruzinha da Garça
  • Escuteiros de Ponta de Pão, São Vicente
  • Espaço Jovem de São Vicente

  • Projecto ESPERANÇA em São Nicolau:

- COMUNIDADE DO CARRIÇAL
- COMUNIDADE DE PREGUIÇA